Por quê WordPress?

Se você leu o meu perfil, deve estar se perguntando isso mais do que os outros… Por quê WordPress? Por quê não usar o Blogger/BlogSpot do Google, que é tão popular?

Bem, enquanto procurava uma casa pro nosso blog, eu procurava principalmente por dois itens:

  • páginas estáticas de conteúdo, pois este blog não fala simplesmente sobre a vida, e tem uma equipe. Colocar nas poucas palavras de um slogan de blog toda a informação que gostaríamos de trazer sobre nós e este nosso projeto ficaria muito feio 😛
  • suporte a múltiplos autores, por motivos óbvios, já que este blog possui uma equipe, e botar todo mundo postando sob o mesmo usuário ia ser enrolado e muito confuso, tanto pra nós quanto para você leitor.

E, é claro, como bom profissional da área, a oportunidade (e experiência) de conhecer melhor os serviços que existem por aí é sempre útil, e obviamente usar algo novo também pesou. 🙂 Assim, achei que seria interessante no primeiro post falar um pouco sobre cada uma das opções e porquê escolhi o WordPress.

Dois sites que eu investiguei foram o LiveJournal e, obviamente, o WordPress, que não são muito conhecidos aqui no Brasil. O Blogger/BlogSpot domina bastante, de forma similar ao Orkut e outros sites de comunidades/redes sociais, como por exemplo o MySpace (líder nos EUA).

Antes de ir à descrição e avaliação, gostaria de deixar claro que esta não foi, nem de longe, uma avaliação minusciosa. Apenas uma descrição rápida do funcionamento geral e serviços oferecidos, e que a maioria deles foi descoberta mais com o uso do que com descrição nos respectivos sites, que infelizmente não parecem ter uma forma organizada de enumerar suas funcionalidades.

LiveJournal

O LiveJournal rapidamente se mostrou propício para um típico blog de adolescente. Claramente, ele enfatiza que é algo pessoal, e voltado pra compartilhar sua vida com seus amigos e criar uma comunidade em torno disso (o que parece legal pros seus objetivos). O endereço é restrito a seu_usuário.livejournal.com, o que confirma que não existe intenção de mais de uma pessoa postar em um blog. Descartado.

Blogger / BlogSpot

O Blogger possui suporte a team blogs como eles chamam, mas não tem suporte a páginas estáticas. Uploads de fotos são feitos no Picasa e usam sua cota de 1 Gb; uploads de vídeo vão pro Google Videos (de forma privada) e uploads de áudio/podcasts devem ser feitos por sites de terceiros, sem integração. Possui a vantagem de permitir alteração total do design do site, mas somos muito ruins nisso e preguiçosos pra não usar algo padrão 😎

Um pequeno esclarecimento: Blogger é o sistema por trás do site, e BlogSpot é o serviço de hospedagem. Isso quer dizer que você pode usar o serviço deles, mas hospedar em seu pŕoprio site. Usando esta opção, todo o gerenciamento do seu blog continua sendo pelo site deles. No caso do WordPress, essa dependência não existe, como veremos logo mais.

Sem grandes novidades aqui. Nosso blog também estaria lá se não fosse pela existência do…

WordPress

O WordPress possui um suporte a blogs com múltiplos usuários de forma muito mais completa que o Blogger. A equipe é dividida entre 4 níveis de acesso, sendo eles Contribuidor, Autor, Editor e Administrador (em ordem hierárquica). Possui também páginas estáticas, e encoraja a fazer do blog o seu site pessoal. Para o upload de arquivos, o WordPress disponibiliza (apenas) 50 Mb de espaço, aceitando imagens (.jpg, .png e .gif), documentos de texto (.doc e .odt), apresentação de slides (.ppt) e arquivos PDF. Uma escolha curiosa, eu diria, mas não vou entrar no mérito desta discussão agora. Pesemos as diferenças em relação ao Blogger nesta área:

  • Ao invés do Picasa, hospedagem própria, o que pode vir a significar usar um serviço de hospedagem de imagens como o ImageShack.
  • Ao invés do Google Videos, nada. O que significa fazer upload manual (seja no YouTube, o próprio Google Videos ou similar).
  • Para áudio, possuem a mesma dependência de serviços de terceiros.
  • Permite upload de alguns tipos de documentos não suportados pelo Blogger (necessitando serviços de terceiros que, para estes tipos de arquivos, costuma ser mais difícil que para os anteriores)

Só pra arredondar a discussão, a variedade de temas é muito maior (apesar de igualmente feios), mas não permite modificações além de imagens de cabeçalho. Para resolver estes problemas, o site oferece pacotes de serviços que disponibilizam mais espaço (e junto com ele a liberdade de upload de arquivos de áudio e vídeo em formatos diversos) e a liberdade de mudar seu design a vontade. Afinal, o WordPress não é nenhum Google da vida, e precisa ganhar dinheiro de alguma forma, mas nada que impeça o bom funcionamento do site. Desvantagem: infelizmente você não pode colocar anúncios como AdSense, por exemplo, como é possível no BlogSpot.

Lembrando que o WordPress é não só o site, como também o software open source por trás do blog. Isso significa que, se não for muito complicado pra você, pode instalar no seu site (dado que você possua os requisitos técnicos) e usar a vontade, sem as limitações acima. Por este motivo (possibilidade de instalar e não depender de um serviço de alguém – diferente do Blogger), é uma plataforma mais difundida entre empresas, por exemplo para blogs corporativos (provavelmente daí vem a hierarquia mais elaborada de usuários). Para os interessados no software, o site é WordPress.org. Já o serviço de hospedagem fica no WordPress.com.

Conclusão

O WordPress tem algumas vantagens e desvantagens, assim como o Blogger. Recapitulando, elas ficam principalmente nas áreas de páginas estáticas, administração do site (hierarquia de usuários e design) e gerenciamento de arquivos (imagens, documentos, etc.). Como sempre, tudo é questão de usar a ferramenta certa para a tarefa certa. Hoje, fico com o WordPress para conhecê-lo um pouco melhor e desfrutar do que ele me oferece.

Espero que tenham gostado. Fica aí então a dica do WordPress, que parece sob medida para quem quer fazer seu site pessoal, com currículo, portfólio e/ou algum conteúdo extra. No geral, ambos atendem bem a maioria das necessidades de um blog, ficando a critério do freguês qual ele gosta mais, e qual oferece diferenciais mais relevantes.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: